Um blog do Travellerspoint

Paris

Quarto dia (quinta-feira, 07.05.09)

De novo um dia preguiçoso, namorando e andando pela cidade sem muito compromisso.

DSC03247.jpg

Antes que eu me esqueça, acho que cabe falar um pouco dos franceses e de quem mais por lá habite.
Seguinte: em momento nenhum fomos discriminados por sermos brasileiros. É claro que a gente não anda pelas ruas gritando e fazendo bobagens. Mas, salvo adolescentes enlouquecidos na Disney, acho que esse já não é mais o perfil do turista brasileiro no exterior.
A cidade é bem multicultural. Estranhamente, pelo menos na nossa impressão, o que vimos foi uma cidade onde diversas culturas convivem ao mesmo tempo, mas sem muita interação. Sem a mistura que acontece aqui no Brasil, por exemplo. Aqui os italianos se misturaram aos portugueses, africanos e japoneses e hoje em dia nem sabemos muito bem quem é quem. Um povo contribui e interfere de maneira muito intensa no estilo de vida do outro. Não lá. Vimos uma quantidade imensa de restaurantes dos mais diversos lugares do mundo: vietnamitas, paquistaneses, indianos... vimos muitos africanos, especialmente aos pés da Sacré-Coeur, e de maneira mais impressionante ainda, muitos árabes e outros tantos povos muçulmanos. O detalhe que nos chamou atenção foi o fato de que toda essa gente parece viver em seus próprios mundos. Preservam, em absoluto, suas culturas. Vestem as suas roupas, comem as suas comidas, preservam as suas religiões e andam com os seus, como se não estivessem na França. Obviamente, ficamos muito pouco tempo por lá e talvez essa interação possa ocorrer de maneira crescente com o passar dos anos. Mas quando estivemos lá, foi assim que nos pareceu.
Voltando aos franceses, foram todos solícitos na medida em que deveriam ser. Não encontrei garçons emburrados como em Buenos Aires e nem recebi nenhuma cara feia por não falar francês. O segredo foi aprender algumas expressões educadas: "bonjur", "bonsuá", "merci", "sivuplé", "orrevuá", "jê suí brasilian", "an, dê, truá" e, em especial, "jê nê parle francé. Parle vú anglé?"
Pronto.
Qualquer bom guia traz uma relação de pratos e bebidas na língua local, com uma idéia de pronúncia. Se você não tem problemas com línguas estrangeiras, não vai morrer de fome e ainda pode ganhar alguns sorrisos, além de uma resposta bem educada em inglês.

DSC03245.jpg

Fomos a um mercado, compramos flores (nada como estar na Europa na Primavera!), tomamos um café, tomamos um sorvete e acabamos de novo na beira do rio:

DSC03493.jpg

Passamos pela Livraria Shakespeare & Co., que foi frequentada por caras tipo o Ernest Hemingway e aparece no filme "Antes do Pôr do Sol":

DSC03495.jpg

Uma curiosidade: a livraria tem camas espalhadas no seu interior. Isso porque a sua criadora sempre acolheu por ali jovens escritores, a quem emprestava seus livros para que servissem como fonte de inspiração.

Loja de vinhos, hotel, banho, descansinho e, de noite, bora pra Torre:

DSC03461.jpg

Programa S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!
Paris também é uma cidade de estudantes. À noite, encontramos hordas deles reunidas nos campos ao redor da Torre, com seus violões e cestas de pique-nique, como se estivéssemos num grande "lual" parisiense. É também uma cidade de amores. Casais apaixonados com as suas garrafas de vinho, suas flores, a lua, a música tocada e cantada por todos os lados e ao fundo, de hora em hora, a Torre dourada de luzes, piscando sem parar, como se quisesse participar daquela festa toda lá embaixo.

large_DSC03473.jpg

PS: Se cada cidade tivesse uma cor, a de Paris seria o dourado. De dia ou de noite, Paris é dourada. Nas cúpulas, nas fachadas, nas pontes, nas luzes, Paris é dourada.

Publicado por wbelisario 20:52 Arquivado em França Tagged paris

Envie por email este textoFacebookStumbleUpon

Índice

Seja o primeiro a incluir um comentário sobre este texto.

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Informe abaixo os detalhes da sua conta no Travellerspoint

( O que é isso? )

Se você não é ainda um membro do Travellerspoint, inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Travellerspoint